Qual região de Paris tem a sua cara?


Paris é e sempre será um destino cobiçado por todos nós, não importa quantas vezes a visitamos.

IMG_0117

Uma metrópole única, história, artística e, indiscutivelmente, linda, a Cidade Luz esbanja luxo e sofisticação em qualquer parte que você a visite.

É dividida em 20 arrondissements (como se fossem os nossos bairros), em forma de espiral que se desenvolvem no sentido dos ponteiros de um relógio, sendo o museu do Louvre seu ponto central (primeiro arrondissement).

Como esta divisão é incomum e, também, um pouco confusa para nós, resolvi descrever características marcantes de cinco regiões bem turísticas da cidade para que você, primeiro ou habitué visitante, possa se identificar melhor de acordo com os seus desejos e, também, com o perfil da sua visita.

Espero que gostem!

IMG_0108

Saint-Germain-des-Prés

Bairro fundado na Idade Média e situado na margem esquerda do Sena, representa a vida intelectual e cultural da cidade.

Local dos cafés centenários, boutiques da moda, galerias de arte e de restaurantes movimentados tanto de dia quanto de noite, este fervilhante bairro, ao lado da Île de la Cité, Quartin Latin e do lindo jardim de Luxemburgo, é o meu local preferido na cidade para hospedagem.

Desenvolvido nos arredores da Igreja de Saint Germain (a mais antiga da cidade), e cortado pela famosa Boulevard de mesmo nome (principal avenida), este interessante bairro está próximo das principais atrações, propiciando o famoso “flanar Parisiense”, um dos mais gostosos meios de conhecer realmente a cidade!

IMG_3834 IMG_3833

Melhor indicado para:

Jovens e adultos solteiros / grupo de amigos / casal jovem

Bom para quem curte:

Tanto DIA quanto NOITE.

O que tem de melhor:

Localização, opções gastronômicas, compras.

Atencao

Preços das diárias dos hotéis geralmente mais altos.

O que tem de pior:

Barulho (hotel com isolamento acústico ruim pode ser um problema)

Pedintes (Paris também não está imune à crise econômica!! – principalmente na Boulevard Saint Germain)

IMG_3835 IMG_0111

Marais

Inserido no 3 e 4 arrondissements, este charmoso bairro na margem direita do Sena, conhecido por suas ruas estreitas e suas lindas mansões (hotels particuliers), foi reduto da nobreza francesa até o final do século XIX.

Atualmente, a comunidade gay e judaica prevalecem no local, harmonicamente interligados entre Sinagogas, livrarias, bares, boates e ótimas pâtisseries, garantindo um vida noturna agitada e interessante.

É também nesta região que se encontram marcos da cidade como a Place Des Vosges (considerada a mais bela praça de toda Paris), o histórico Museu Carnavalet (dedicado exclusivamente a história da cidade), o Museu Picasso, o peculiar Museu Centro Georges Pompidou (museu de arte moderna conhecido pelos franceses como Beaubourg) e o Hotel De Ville ( a linda sede da prefeitura).

IMG_0126 IMG_0124

Melhor indicado para:

Judeus / gays / adultos descolados / casais maduros

Bom para quem curte:

Tanto DIA quanto NOITE.

O que tem de melhor:

Museus / livrarias / pâtisseries / galerias de arte.

Atencao

Apesar de domingo ser dito como o melhor dia para passear no Marais pela maioria dos blogs, discordo, pois o bairro fica muito cheio, quase intransitável, você não consegue apreciar plenamente os museus, as praças, as interessantes galerias de arte!! Não aconselho.

O que tem de pior:

Andar a noite pelo bairro é um pouco desconfortável, pois a maioria das ruas é estreita, escura e com pouco movimento.

IMG_0123 marais

Montmartre

Bairro boêmio de Paris, situado na única colina da cidade, com a imponente Basílica do Sagrado Coração (Sacré Coeur) no seu topo, possui clima libertário e animada vida noturna.

Conhecido pelo famoso Cabaret Moulin Rouge e imortalizado no filme O fabuloso destino de Amélie Poulain, Montmartre é pura nostalgia.

Por sua posição estratégica, já foi centro do comando militar da cidade, hoje, local de ruas arborizadas e agradáveis praças, como a Place du Tertre, onde artistas de rua, sentados nos seus banquinhos, rabiscam, calmamente, caricaturas dos transeuntes. Muito peculiar!

IMG_3839 IMG_0113

Melhor indicado para:

Jovens solteiros / grupo de amigos / boêmios em geral / turistas com orçamento mais limitado.

Obs: Lembra a atmosfera da Vila Madalena em São Paulo!

Bom para quem curte:

principalmente NOITE.

O que tem de melhor:

Bares / Cabarets

Atencao

Apesar da vista das escadarias da Sacre Couer ser muito famosa e extensamente bem comentada por todos, não a acho muito interessante (os principais monumentos da cidade ficam muito longe – pouca visibilidade -, você não visualiza a Torre Eiffel, as escadas ficam sempre muito cheias de jovens, às vezes, bêbados e alterados, e, também, há muitos ambulantes no local!! – Postarei outros locais com vistas realmente incríveis da cidade. Aguardem!

O que tem de pior:

Ruas íngremes (único bairro de Paris que não é plano), muito escuras à noite, com sensação de perigo iminente!!

Montmartre Montmartre2

Madeleine / Opera

Região muito movimentada da cidade, à margem direita do Sena, possui como referenciais a belíssima Ópera Garnier e a Imponente Igreja de La Madeleine.

Localizado no 9 arrondissement, aqui se encontram a suntuosa Galerias Lafayette, a loja de departamentos Printemps, a Apple, Fnac, Zara, Gap, Sephora, além de teatros, cinemas e grandes Boulevards.

Também é uma região conhecida como centro gastronômico chique de Paris!!

IMG_3848 IMG_3845

Melhor indicado para:

Turistas interessados em compras, compras, compras!

Bom para quem curte:

principalmente DIA.

O que tem de melhor:

Lojas, boulevards, cinemas, Ópera Garnier, bons restaurantes

Atencao

É uma região muito, muito cheia, lotada de turistas quase o dia inteiro (se você não gosta de tumultos, evite ficar na região).

O que tem de pior:

Movimento excessivo, preços salgados.

IMG_3838 IMG_3843

Região da Champs Élysées

Possui como ícone uma das mais belas avenidas do mundo, Champs Élysées (Campos Elísios), está região sofisticada da cidade é conhecida por suas hospedagens glamourosas, pontos turísticos importantes como o Arco do Triunfo, Grand Palais, Petit Palais, Ponte Alexandre III, Palais de Élysée (residência oficial do presidente), Museu dos Inválidos além, é claro, da imponente e inesquecível Torre Eiffel.

Também muito movimentada e cheia de turistas de dia, mantêm um clima mais tranquilo à noite.

IMG_3844 IMG_3829

Melhor indicado para:

Famílias / casais maduros / lua de mel

Bom para quem curte:

Principalmente DIA.

O que tem de melhor:

Lojas de grife, hotéis de luxo, museus

Atencao

Região muito cheia de turistas principalmente durante o dia (seria a versão de luxo da nossa 25 de Março!!).

O que tem de pior:

Preços salgados, turistas o tempo todo, principalmente na Champs Élysées.

IMG_3830 IMG_3828

Espero que estas dicas lhe ajudem a ficar hospedado na região de Paris que mais combina com você e com seu propósito de viagem!

#Para saber sobre o maravilhoso Château de Versailles, clique aqui.

2 replies »

  1. Parabéns Leo,adorei seu blog!!Sou amiga da sua família aqui em Sete Lagoas e irei conhecer um pouco da Europa em março próximo.Gostei muito das suas dicas de Paris e com certeza vou aproveitar muito tudo isto.Um grande abraço.Noécima Lopes.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s