Dicas imperdíveis do Castelo de Versailles: Parte I


Versalles, o mais famoso castelo real do mundo é, para mim, sinônimo de luxo e grandiosidade e, praticamente, uma visita obrigatória para quem visita a cidade luz.

vers09vers07

Este grandioso Château foi edificado numa aldeia rural a 20 km de Paris, hoje, uma pequena cidade também chamada Versalhes, na época, estrategicamente escolhida pela monarquia por estar relativamente perto da cidade, mas longe das doenças e dos tumultos de uma Paris em guerra civil.

vers01

Ao longo de décadas de construção, este belo castelo expandiu-se até se tornar o maior palácio do mundo, centro do poder do Antigo Regime na França de 1682 a 1789 e símbolo da Monarquia absoluta sustentada pelo famoso Luis XIV (o rei Sol), seu idealizador.

vers08

Petit Trianon

vers04

Versalhes foi, por mais de um século, modelo de residência real na Europa e, por isso, muito copiado. Atualmente, é um dos pontos turísticos mais visitados da França, recebendo, em média, oito milhões de turistas por ano.

vers11

Grand Trianon

vers10

Grand Trianon

vers05 Imperdivel

Possui, dentre outras preciosidades, uma das mais belas salas do mundo, a Galeria dos Espelhos, onde, dentre tantos eventos, foi ratificado, em 1919, o famoso Tratado de Versalhes (tratado de paz assinado pelas potências européias que encerrou oficialmente a Primeira Guerra Mundial). Um luxo só!

vers13vers15

Imperdivel

Outra grande atração do local são seus magníficos jardins, obra prima do arquiteto André Le Nôtre, onde uma bela composição de canteiros, estátuas, vasos e lindas fontes cria uma simetria e beleza única que beira a perfeição. Sensacional!

vers02 vers14vers06

Por toda esta riqueza histórica e arquitetônica, um dia no Château de Versailles deve ser muito bem programado e otimizado.

Aqui estão algumas considerações que acho importantes para que seu passeio seja incrível:

Deixe um dia inteiro para este programa (as distâncias são longas e há muita coisa a ver).

Evite ir às terças-feiras e aos fins de semana (dias mais cheios).

Obs: Longas filas são comuns, principalmente nestes dias! Cuidado.

Compre, via internet e antecipadamente, o Museum Pass (pode facilitar muito a sua vida): bilhete sem filas para mais de 60 museus na França, válidos por dois, quatro ou seis dias (42, 56 e 69 euros respectivamente).

Compre no site: www.en.parismuseumpass.com

O ingresso inteiro para o castelo custa 18 euros.

Conheça primeiramente os jardins (eles são enormes, você terá mais fôlego se percorrê-los primeiramente e, também, para fazer um piquenique no local – um clássico francês!).

Contarei, com detalhes, em um próximo post, como e onde fazer este piquenique. Aguardem!

Vá preparado (tênis confortável, protetor solar, boné, leque para as senhoras encaloradas, uma pequena mochila para carregar o guia de viagens, água e algo prático para comer nos jardins).

Atenção: é proibida a entrada de comida e bebida dentro do castelo!

Se você quiser conhecer o Petit e o Grand Trianon (acho uma boa idéia), há três opções: caminhando (não recomendo, pois você ficará exausto), alugar um carrinho elétrico (opção confortável mas cara) ou pegar um pequeno ônibus coletivo (6,90 euros por pessoa). Mais detalhes no www.train-versailles.com

Se você optou pelo carrinho elétrico, leve sua carteira de motorista (obrigatório) e  espere ficar, pelo menos, duas horas com o carrinho (30 euros/hora para até quatro pessoas), pois o trajeto percorrido é fixo e a velocidade do carrinho controlada – é bem lento!!!)

Infelizmente, as fontes dos jardins de Versalhes só funcionam de abril a outubro, em dias específicos, chamados de Les grandes Eaux Musicales, onde as águas destas belíssimas fontes dançam ao som de música clássica!

Se puder programar sua visita a Versalles em um destes dias (normalmente, bem mais cheios), garanto que será bem especial!

Custa, aproximadamente, 9 euros. Na compra do ingresso comum, você tem direito ao áudio guia, disponível em 10 idiomas (francês, inglês, espanhol, italiano, russo, mandarim, japonês, português e coreano, polonês).

Existem visitas guiadas aos apartamentos dos reis somente em Inglês e Francês, 1:30h de duração, para grupos de, no máximo, 25 pessoas, por 7 euros/pessoa.

Saia cedo do hotel neste dia e não programe nada a noite com horário fixo em Paris (talvez você não consiga cumprir, pelo próprio tempo ou pelo cansaço!!!).

Acho que com todas estas dicas seu passeio em Versalles será inesquecível. AU REVOIR!

Veja a continuação das minhas dicas sobre Versailles aqui.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s